Segunda-feira, 15 de Março de 2010

louvável/ lamentável de Março

 

 

Este grupo tem desenvolvido um trabalho muito meritório ao longo dos últimos tempos. Esta época participou e venceu a 1ª Fase do Campeonato Distrital de Infantis Série A e presentemente encontra-se a disputar a 2ª Fase, na série A para encontrar o Campeão Distrital. Na primeira jornada já goleou a equipa adversária e pode vir a fazer história em Vilar Formoso.
Os trabalhos modestos, de sacrifício e rotineiros dos treinos por vezes são pouco valorizados e têm pouca visibilidade, sabe-se lá porquê…mas este grupo já merece um louvor especial pelo trabalho realizado e pelos resultados obtidos.
 
 
Lamentável
 
Uma má colocação de um sinal de trânsito, junto de uma das saídas de uma gasolineira da vila obriga os condutores a subir um morro de difícil acesso.
 Lamentavelmente só foi uma colocação a despropósito ou uma escolha de um sinal despropositado, porque ninguém obedece.

publicado por aroque às 16:39
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 18 de Agosto de 2009

louvável/ lamentável de Agosto

Louvável
             Todas as campanhas, que contribuam para diminuir o número de incêndios nas matas ou floresta portuguesas e particularmente na nossa zona são louváveis.
            A deslocação a Vilar Formoso, no dia 1 de Agosto, do o Secretário de Estado do Desenvolvimento Rural e das Florestas, Ascenso Simões, acompanhado pelas autoridades e responsáveis locais, abriu oficialmente a campanha, de dois dias, que visa sensibilizar os nossos compatriotas para a Defesa da Floresta.
            Para que a campanha surja efeitos, seja eficiente, junto dos nossos imigrantes e possa ser considerada, ainda mais positiva, será necessário que os objectivos se concretizem e o número de incêndios seja reduzido.
            A intenção é boa. Ficamos à espera dos resultados.
            
Lamentável
 
            Mesmo às portas de Vilar Formoso, no cruzamento para a Freineda existe um pinhal, ou o que ainda vai restando dele.
             Ao longe, parece uma mancha verde, no centro, de uma paisagem despida de arvoredo.
            Com a aproximação ao local vamos ficando tristes, cada vez mais tristes…lamentavelmente deixa de ser uma mancha verde isolada e passa a ser mais um local de despejo de materiais e de depósito para electrodomésticos abandonados.
            Nesta época de fogos e incêndios, em que as matas e pinhais deviam estar cuidados, é com tristeza e desencanto que registamos este péssimo espectáculo.

 

publicado por aroque às 00:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 12 de Março de 2009

louvável/ lamentável de Março

           

Louvável

 

            Quem, recentemente, se deslocou a Espanha, ou passou a raia, apercebeu-se, com toda a certeza, da nova cara da fronteira. As cabines, que outrora, faziam apoio aos serviços doutros tempos foram retiradas e os separadores das vias foram avivados com cores.

            Retirar os equipamentos desocupados e em desuso pareceu-me uma atitude louvável e digna de registo. O espaço parece mais amplo, com as portas mais abertas para a restante Europa e europeus e a recepção será mais franca.

 

 

Lamentável

 

            Com alguns arranjos pontuais e algumas beneficiações esporádicas, nos espaços envolventes, tornam-se mais evidentes e notórias as necessidades de intervir no espaço exterior à alfândega, no lado desactivado.

             Lamentavelmente, um piso térreo, irregular e descontínuo dá uma imagem muito triste do espaço. Que haja uma intervenção pronta e esse enorme espaço seja revitalizado para servir o público e acabe-se, definitivamente, com este postal de mau gosto. E não deve ser necessário assim tanto…

 

publicado por aroque às 19:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 18 de Outubro de 2008

louvável/ lamentável de Outubro

Louvável

     

 

            Por iniciativa do Ministério de Educação, no início do ano escolar 2008/09 realizaram-se, em todas as Escolas/Agrupamentos do país, as entregas de Diplomas a todos os alunos, que no ano transacto concluíram o 12º Ano de Escolaridade do Ensino Secundário e a entrega de Prémios de Mérito no valor de 500,00€ aos melhores alunos dos cursos, com o objectivo de reconhecer e valorizar o mérito, a dedicação no trabalho e esforço escola.

            No Agrupamento de Escolas de Vilar Formoso, este acto louvável de valorização de mérito, teve lugar no dia 15 de Setembro de 2008 estando presentes todos os elementos do Conselho Executivo do Agrupamento, representante da APEAVF, Pais, Encarregados de Educação, Professores e Alunos. Os prémios de mérito foram atribuídos a Cecília da Silva Santos do Curso de Cientifico – Humanístico de Ciências e Tecnologia e a David do Coito Nogueira do Curso Tecnológico de Gestão.

            Parabéns aos contemplados com o Prémio de Mérito e muitos sucessos educativos a todos os alunos finalistas.

 

 

 

            Lamentável

  

            Não sendo um facto inédito no concelho e no Agrupamento de Escolas de Vilar Formoso, o encerramento de mais uma escola, não deixa de ser preocupante.

            A Escola do1º Ciclo do Ensino Básico de Malhada Sôrda integrada no Agrupamento de Escolas de Vilar Formoso no ano lectivo 2008/09 fechou as suas portas, pelo reduzido número de alunos com idade escolar aí matriculados, obrigando-os deslocarem-se para Vilar Formoso e a serem integrados em novas turmas.

            Esta escola, que noutros tempos acolheu imensos alunos, lamentavelmente não resistiu ao vento da desertificação do interior e ao fraco índice de natalidade na zona e viu diminuir drasticamente o número de alunos matriculados para menos de uma dezena, acompanhando assim o sucedido, em anos anteriores, noutras freguesias limítrofes, tais como Freineda ou Nave de Haver, registando-se o seu encerramento natural, tal como se previa na Carta Educativa do Concelho.

 

publicado por aroque às 17:38
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2008

louvável/lamentável (Janeiro)

Louvável

                  Blogue de mariomartinho : A Reencarnação de Jesus, APRESENTAÇÃO PÚBLICA

 

  No Natal comemorar o nascimento de Jesus é tradição.

Um nascimento no interior do país, pela época natalícia é bom, mas um nascimento no nosso concelho ainda é melhor.

Que dizer, então, de dois nascimentos, leia-se publicações, na época natalícia e no nosso concelho?

- Louváveis as duas publicações, neste mês tão profícuo.

 

Uma concebida por António Augusto Fernandes Gonçalves, Vilar Formoso -Vila Raiana A Linha da Beira Alta A Fronteira E O Contrabando foi apresentada em Vilar Formoso, no dia 22 de Dezembro de 2007, com a intenção de divulgar alguma história, factos e modos de vida da antiga aldeia fronteiriça.

 

A outra, A Reencarnação de Cristo, de Mário Martinho, apresentada na Guarda, no dia 29 de Dezembro de 2007 como um romance polémico e crítico, relata histórias de amor e ódios, traições e assassínios, encontros e desencontros, fazendo referências a temas contemporâneos e a um “Jesus moderno”, numa viagem temporal com muitas interrogações.

 

 

Lamentável

Os meses de Inverno, geralmente trazem vento, frio, chuva e neve.

Estes últimos dias a chuva também nos visitou.

Lamentavelmente, estando atentos, ao percurso da águas da chuva vemos que nem toda ela segue o seu caminho natural e por vezes formam-se charcos ou lençóis de água, que os automobilistas, ao passar, lançam sobre os transeuntes, causando situações de desconforto e até desaguisados. E de quem é a culpa?

 Para não morrer solteira direi que é de todos.

- Os automobilistas deviam ser mais cautelosos.

            - Os peões deviam redobrar a atenção.

            - S. Pedro poderia ser mais comedido com as precipitações e…

            - As sarjetas deviam estar limpas e desobstruídas para as águas correrem livremente.

            ….

            Com alguma boa vontade e porque os materiais apropriados existem, parece ser fácil, levantar as grades e retirar ou aspirar os resíduos que aí se depositam, durante o tempo seco, para se evitarem os incómodos do tempo de chuva ou pelo menos para que as plantas aí não cresçam.

sinto-me:
publicado por aroque às 19:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
31


.posts recentes

. louvável/ lamentável de M...

. louvável/ lamentável de A...

. louvável/ lamentável de M...

. louvável/ lamentável de O...

. louvável/lamentável (Jane...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Dezembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Visitantes

casino online
casino on line

.localização das visitas

Locations of visitors to this page

.estatísticas

.horas