Domingo, 25 de Julho de 2010

Apresentação Benfica 2010-11

 

24/07/2010 FUTEBOL
Benfica-Mónaco, 3-2
A lei do campeão nacional

Foram quase 41 mil espectadores que não faltaram este sábado ao jogo de apresentação do Sport Lisboa e Benfica. O campeão nacional impôs a sua lei e venceu os franceses do Mónaco por 3-2. Airton, Aimar e Cardozo contribuíram com os seus golos para a festa “encarnada”.

No jogo de apresentação aos sócios e adeptos, o Benfica entrou em campo com dois dos novos reforços para a temporada 2010/2011. Roberto na baliza e Gaitán, preferencialmente, no lado esquerdo do ataque foram as novidades de relevo apresentadas por Jorge Jesus.

Depois de uma fase de conhecimento das equipas, os campeões nacionais começaram paulatinamente a assumir as rédeas do encontro, procurando numa primeira fase chegar à baliza do Mónaco através de remates de fora da área. Foi isso que fizeram o médio Carlos Martins (11’) e o avançado Saviola (18’). Este último esteve muito perto de abrir o marcador numa tentativa de chapéu ao guarda-redes da formação francesa, mas este efectuou uma boa defesa para canto (23’).

O golo “encarnado” acabou por surgir após a cobrança de um pontapé de canto. Aimar colocou na área e Airton surgiu a cabecear com êxito (29’). Estava feito o 1-0.

O Mónaco procurou reagir e começou a ser mais perigoso do que tinha sido até então no ataque. Depois de Aubameyang ter rematado ao poste aos 35 minutos, a equipa francesa chegou à igualdade por intermédio de Sagbo (42’). No período de descontos da primeira parte, o árbitro Bruno Paixão considerou falta de César Peixoto sobre Niculae na área e Mongongu aproveitou a grande penalidade para fazer o 1-2. O guarda-redes Roberto adivinhou o lado para onde a bola foi, mas não conseguiu evitar o tento dos monegascos.

A lei do mais forte

Jorge Jesus começou por operar a algumas mexidas na equipa logo ao intervalo. Roberto, Airton e César Peixoto deram os seus lugares a Júlio César, Javi Garcia e Fábio Coentrão, respectivamente.

O segundo tempo começou com um autêntico golo de bandeira. Aimar surgiu do lado esquerdo do campo, aproximou-se da entrada da área e rematou colocado para o segundo tento dos “encarnados” (49’). Um tento que fez levantar os 40.777 espectadores que estiveram no Estádio da Luz.

Foi já sem Aimar que o Benfica colocou-se na frente do marcador. Cardozo, regressado recentemente das suas férias, entrou e marcou na primeira vez que teve a oportunidade para facturar. Após uma bela jogada de Fábio Coentrão pelo lado esquerdo, Cardozo correspondeu da melhor forma ao cruzamento do internacional português (62’).

No sentido de colocar o máximo de jogadores possíveis em campo, Jorge Jesus continuou a proceder a várias alterações na equipa, o que fez naturalmente com o ritmo de jogo não fosse tão forte e constante.

No entanto, o Benfica conseguiu vencer e dar uma alegria aos seus sócios e adeptos no primeiro jogo da nova época na Luz. Os “encarnados” não param e já começam a pensar nos torneios que irão disputar no Algarve.

O Benfica alinhou com a seguinte equipa frente ao AS Mónaco: Roberto (Júlio César, 46’; Moreira, 68’); Ruben Amorim (Felipe Menezes, 68’), Sidnei, David Luiz e César Peixoto (Fábio Coentrão, 46’); Airton (Javi Garcia, 46’), Carlos Martins (Fábio Faria, 81’), Aimar (Luís Filipe, 60’) e Gaitán (Nuno Gomes, 76’); Saviola (Cardozo, 60’) e Kardec (Weldon, 68’).

Texto: Rui Manuel Mendes
Fotos: Isabel Cutileiro

 

in: http://www.slbenfica.pt/

publicado por aroque às 01:09
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Junho de 2010

benfica, campeão de basquetebol

Só para não esquecer!!!

Carrega Benfica

SLB4 ever

publicado por aroque às 14:56
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 9 de Maio de 2010

slb campeões 2010

 

 

publicado por aroque às 22:53
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 6 de Abril de 2010

Só faltam cinco finais!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Naval-Benfica, 2-4
Batalha superada com reviravolta de sonho
Foi uma batalha mais difícil pelo início de jogo da Naval, mas o Benfica foi esta segunda-feira enorme na forma como ultrapassou mais este obstáculo na caminhada para o título nacional.

 O Benfica apresentou o seguinte onze: Quim; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz e Fábio Coentrão (Sidnei, 78’); Javi Garcia, Ruben Amorim, Pablo Aimar (Ramires, 71’) e Di María; Weldon (Carlos Martins, 56’) e Cardozo.

 

Só faltam cinco finais!

publicado por aroque às 01:29
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Março de 2010

Benfica, categoria na revalidação do troféu

 

21/03/2010 FUTEBOL
Benfica-FC Porto, 3-0
Troféu revalidado com vitória categórica

O Benfica conquistou este domingo a Taça da Liga pelo segundo ano consecutivo, ao vencer claramente o FC Porto por 3-0. Foi mais uma exibição de grande categoria da equipa de Jorge Jesus, provando a qualidade de futebol apresentada na presente temporada. Segue-se o objectivo campeonato nacional, não esquecendo a Liga Europa onde os “encarnados” estão nos quartos-de-final.

O treinador do Benfica apresentou algumas novidades no onze inicial. A habitual dupla de avançados, composta por Saviola e Cardozo, foi substituída esta noite por Aimar e Kardec, sendo que Javi Garcia deu o seu lugar a Airton na posição de médio mais recuado. Já Ruben Amorim substituiu Ramires no lado direito do meio-campo.

O primeiro lance de perigo até pertenceu ao adversário, mas Quim travou bem o remate de Cristian Rodríguez (7’). Na resposta, o Benfica abriu o marcador por intermédio de Ruben Amorim. O futebolista rematou de fora da área, mas o guarda-redes contrário defendeu mal e esta entrou calmamente dentro da baliza portista (9’).

Em vantagem no marcador, o Benfica foi controlando a vantagem perante um adversário que não conseguiu mostrar grandes argumentos para chegar junto das redes de Quim. De tal forma que só um corte infeliz de Fábio Coentrão obrigou Quim a esticar-se no relvado (23').

Na parte final da primeira parte, os “encarnados” voltaram a ser mais perigosos. David Luiz foi ao ataque e rematou com toda a intenção, mas a bola foi ligeiramente desviada por Nuno para canto (35’). O guarda-redes adversário já não conseguiu parar um livre de Carlos Martins perto do intervalo. O número 17 cobrou o livre de forma irrepreensível, ampliando a vantagem “encarnada” (44').

Já em períodos de descontos Jorge Sousa, árbitro que prejudicou o Benfica nos jogos da Liga com o Sp. Braga e V. Setúbal, tomou uma das várias decisões erradas ao longo do desafio. O central Bruno Alves agrediu Aimar no relvado com um pontapé, mas o árbitro limitou-se a dar um cartão amarelo a ambos os atletas. Ficou um cartão vermelho por mostrar neste lance e outros amarelos durante a primeira parte, nomeadamente ao jogador Raul Meireles.

Bom futebol contra mau perder
O bom futebol do Benfica e o mau perder dos jogadores adversários foram a nota dominante do segundo tempo. Após um excelente trabalho individual pela esquerda, David Luiz entrou na área e rematou por cima da barra (51’).

Bruno Alves, por seu lado, continuou mais preocupado em agredir os jogadores do Benfica e tudo a passar em claro ao árbitro Jorge Sousa. O central do FC Porto agrediu Kardec (56’) e Cardozo (82’), mas não houve qualquer acção disciplinar. Simplesmente vergonhoso! Vergonhoso foi também a amostragem de alguns cartões amarelos a jogadores do Benfica. Uma autêntica dualidade de critérios...

De forma resumida os azuis e brancos viram uma equipa a jogar futebol e a ganhar dentro das quatro linhas. É isto que o Benfica 2009/2010 sabe fazer e, certamente, vai continuar assim até ao fim da presente temporada.

A cereja no topo do bolo surgiu já em período em descontos quando Cardozo dá a melhor sequência a um lance genial de Ruben Amorim.

O Benfica apresentou o seguinte onze:
Quim; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz e Fábio Coentrão; Airton, Ruben Amorim, Carlos Martins (Ramires, 67’), Di María, Aimar (Saviola, 62’) e Kardec (Cardozo, 77’).

Texto: Rui Manuel Mendes
Fotos: Gualter Fatia

 

http://www.slbenfica.pt/

sinto-me:
publicado por aroque às 16:25
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Março de 2010

Vinculo de gratidão

 

Quem está com Jesus?

publicado por aroque às 23:48
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

uma noite europeia memorável

Marselha-Benfica, 1-2
Mais uma noite europeia memorável

O Benfica tornou a fazer história! Depois do empate a uma bola na Luz, a equipa de Jorge Jesus viajou até Marselha e, com toda a justiça, venceu por 1-2, resultado que lhe permite carimbar a presença nos quartos-de-final da Liga Europa.

O treinador Jorge Jesus apresentou duas novidades para o encontro da 2.ª mão. Com a lesão de César Peixoto, Fábio Coentrão ocupou o lado esquerdo da defesa. Já Carlos Martins foi titular no lugar de Pablo Aimar. Como é habitual na Liga Europa, Júlio César foi o dono das redes “encarnadas”.

Foi um Benfica a pressionar muito alto que começou a partida no Vélodrome. Com os olhos postos na baliza contrária, a equipa “encarnada” assumiu as rédeas do jogo e criou facilmente várias jogadas de perigo. A principal pertenceu a Cardozo, aos 23 minutos. O avançado paraguaio trabalhou muito bem à entrada da área, rematando ao poste da baliza do Marselha. O mesmo jogador tentou a sua sorte num cabeceamento aos 31 minutos, sendo que cinco minutos depois foi a vez de Di María entrar com muito perigo na área. Após um passe de Fábio Coentrão, o argentino rematou rasteiro para defesa do guarda-redes da casa.

Mas a primeira parte ficou essencialmente marcada por duas grandes penalidades não assinaladas a favor do Benfica. Ramires, aos 20 minutos, é empurrado pelas costas dentro da grande área por Taiwo e o árbitro Damir Skomina fez simplesmente vista grossa ao lance. A outra grande penalidade que ficou por assinalar aconteceu aos 40 minutos, altura em que Taiwo cortou a bola com a mão na grande área.

Se o ataque do Benfica esteve muito perigoso, a defesa esteve muito concentrada durante os primeiros 45 minutos. O único lance de maior registo do Marselha aconteceu já em período de descontos, num remate ao lado de Lucho Gonzalez.

Da injustiça à glória
O início do segundo tempo continuou a ser manchado pelos erros de arbitragem e pelo total domínio de jogo por parte do Benfica. Aos 53 minutos, Di María ia perigosamente para a baliza do adversário quando sofreu um toque de um adversário, caindo no relvado. Mais um lance em que o árbitro fez vista grossa.

Depois de dois lances de bolas perdidas junto da área do Marselha, onde podia ter aberto marcador, o Benfica foi traído no seguimento de um livre do adversário. A bola sobrou na área para Niang que colocou os visitados em vantagem (70’). Sem fazer rigorosamente nada para isso, o Marselha estava na frente do marcador.

No entanto, o Benfica não desanimou e conseguiu chegar ao empate com todo o mérito. Com um disparo de fora da área, Maxi Pereira recolocou a sua equipa na discussão da eliminatória (74’).

Por intermédio de Di María, os “encarnados” estiveram muito perto de fazer o segundo golo e acabar com as dúvidas em relação à equipa qualificada para os quartos-de-final, mas os remates saíram ao lado (76’ e 83’). Aos 87’, Cardozo surgiu isolado mas rematou ao lado. Cheirava a golo.

Aos 90 minutos surge o momento da noite. Pablo Aimar cobrou um livre no centro, a bola chegou ao segundo poste, onde estava o pé direito de Kardec, que com classe e frieza colocou justiça na eliminatória, com o Benfica a marcar o 1-2 com que se qualificou para os quartos-de-final da Liga Europa.

O Benfica regressou a Portugal com a missão cumprida, uma equipa que mais uma vez mostrou capacidade de superação e sofrimento, lutando face ao revés de um golo sofrido contra a corrente e ainda contra uma arbitragem “caseira” que tudo fez para que o Marselha não ficasse pelo caminho.

O Benfica apresentou o seguinte onze: Júlio César; Maxi Pereira (Miguel Vítor, 90’), Luisão, David Luiz e Fábio Coentrão; Javi Garcia, Ramires, Carlos Martins (Kardec, 86’) e Di María; Saviola (Aimar, 77’) e Cardozo.

Texto: Rui Manuel Mendes

http://www.slbenfica.pt/Informacao/Futebol/Noticias/noticiasfutebol_futmarselhaslbcro_180310_59177.asp

 

tags:
publicado por aroque às 23:37
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Fevereiro de 2010

SP. de Braga começa a jogar fora de campo

 

Luís Aguiar e Paulo Jorge

 

GOOOOOOOLLLLLOOOOOOO!!! SP. BRAGA ! 2-1 por Luis Aguiar. Jogada de insistência de Filipe Oliveira pela direita, a bola sobra para Matheus e depois para Luis Aguiar que remate de pronto para o golo. O lance, no entanto, é irregular, uma vez que a bola tinha saída quando Filipe Oliveira estava junto à linha.

 

http://www.maisfutebol.iol.pt/aovivonew.html

 

Roberto Souza: «No segundo golo do Sp. Braga, a bola saiu»

 

http://www.maisfutebol.iol.pt/

 

Van der Gaag: «Jogo fica marcado por um erro de arbitragem»

Domingos: «Dá a sensação que a bola está fora»

Depois de ver na televisão, de facto dá a sensação que a bola está fora, mas não era fácil ao auxiliar ver, porque estava muito em cima.»
 

Comentários

Quando  se está longe porque se está longe, quando se está perto porque se está perto...

Grande lógica para defender os nossos interesses.

 

Depois digam  que Benfica é levado ao colo.

publicado por aroque às 00:30
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Domingo, 14 de Fevereiro de 2010

Justa homenagem ao grande Bento

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma figura do Benfica

 

 

Teve lugar na Golegã uma cerimónia de homenagem ao antigo guarda-redes do Sport Lisboa e Benfica Manuel Galrinho Bento

tags: ,
publicado por aroque às 23:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010

adeptos leoninos lançaram uma monumental vaia aos seus jogadores.

O SL Benfica foi a Alvalade vencer o Sporting por 4-1 para a meia-final da Taça da Liga. Os encarnados seguem para a segunda final consecutiva na prova e agravam a crise dos leões que assim ficam afastados de mais uma competição.

Depois de serem eliminados para a Taça de Portugal, pelo FC Porto, e de serem afastados pelo Sporting de Braga da luta pelo título, o Sporting disse adeus a mais uma competição esta noite, encerrando de forma negativa o difícil ciclo do mês de Fevereiro.


A jogar na casa do rival, Jorge Jesus poupou Cardozo e Saviola e lançou de início Éder Luís e Alan Kardec. Do lado do Sporting, Carlos Carvalhal apostou em Pongolle e Liedson na frente de ataque, e Pedro Mendes, João Moutinho, Adrien Silva e Izmailov no meio-campo.


O lance decisivo do dérbi foi protagonizado por João Pereira, que ao tentar o desarme (se é que tentou) a Ramires atinge em cheio o brasileiro, não dando outra hipótese a Olegário Benquerença que não fosse a expulsão logo aos seis minutos. Na cobrança da falta, Carlos Martins coloca direitinho em David Luiz, que sem oposição, nas alturas, fez o 0-1. Minuto fatídico para a equipa verde e branca.


A jogar com apenas dez unidades, o Sporting tentava adaptar-se à superioridade numérica do Benfica mas sem criar reais lances de perigo.


O conjunto de Jorge Jesus aproveitava bem as debilidades técnicas de Pedro Silva, que entrou para substituir Adrien, e através de uma arrancada de César Peixoto na esquerda, Ramires dá o melhor destino ao passe do português para o 2-0.


O jogo parecia resolvido quando um Sporting ferido voltou a jogo na figura de Liedson. O jogador do Sporting mais inconformado com o resultado pegou no esférico perto do meio-campo, e após driblar três adversários, surpreende Júlio César com o remate certeiro fora da grande área.


Os leões marcavam em cima do intervalo e devolviam alguma esperança aos adeptos sportinguistas.


Na segunda parte, nenhum dos técnicos fez alterações e foi o Sporting que entrou determinado em inverter o rumo dos acontecimentos. Izmailov, logo aos 52 minutos de jogo, assiste Liedson que remate com perigo às malhas laterais.


O Benfica respondeu com Di Maria, a fintar três adversários na grande área do Sporting mas a perder a objectividade no momento decisivo e a perder a bola para Polga.


Carlos Carvalhal apostou tudo e tirou de campo Pongolle para dar entrada a Yannick Djaló. O Sporting corria contra o prejuízo mas foi o Benfica quem ampliou a vantagem aos 67 minutos de jogo. Na cobrança de um pontapé de canto, Luísão surge imperial por entre os defesas contrários para de cabeça fazer o 3-1 e praticamente resolver a partida.

Com o jogo resolvido, Jorge Jesus lançou Saviola, Cardozo e Aimar para aumentar ainda o ritmo de jogo e controlar qualquer reacção leonina. Quando tudo parecia resolvido, Cardozo resolve fazer uma obra de arte e, surpreendendo Rui Patrício, amplia de forma magistral o resultado para 4-1.

No final do encontro, os jogadores aplaudiram os adeptos, e se por um lado os adeptos encarnados retribuíram o agradecimento dos seus atletas, já não se pode dizer o mesmo dos adeptos leoninos, que lançaram uma monumental vaia aos seus jogadores.

 

 

http://desporto.sapo.pt/futebol/taca_da_liga/artigo/2010/02/09/benfica_goleia_sporting_em_alval.html

 

publicado por aroque às 00:44
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
31


.posts recentes

. Apresentação Benfica 201...

. benfica, campeão de basqu...

. slb campeões 2010

. Só faltam cinco finais!

. Benfica, categoria na rev...

. Vinculo de gratidão

. uma noite europeia memorá...

. SP. de Braga começa a jog...

. Justa homenagem ao grande...

. adeptos leoninos lançaram...

.arquivos

. Dezembro 2014

. Dezembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.tags

. todas as tags

.links

.Visitantes

casino online
casino on line

.localização das visitas

Locations of visitors to this page

.estatísticas

.horas